Como o seu site está posicionado nas plataformas de busca? Ele aparece na primeira página ou não? Qual a sua classificação (primeiro, segundo ou terceiro lugar)? E você já parou para pensar no porquê o site X aparece por primeiro, enquanto o seu só depois? Ou por que o Google, por exemplo, insiste em colocar o seu site nas ultimas páginas de pesquisa?

 

A resposta para todas essas questões pode estar no SEO da sua plataforma ou na falta dele. A palavra é uma abreviação para Search Engine Optimization (termo em português conhecido como Otimização de sites para mecanismos de busca) e diz respeito a um conjunto de técnicas, métodos e estudos que têm como único objetivo melhorar o seu posicionamento nos sites de busca.

 

Ocorre que plataformas como o Google, Bing e derivados analisam uma série de fatores e características da sua plataforma para decidir o quão relevante ela é ou não para o seu internauta. E em 2018, em pleno século XXI, é fundamental que a sua marca esteja nas primeiras colocações de pesquisa e saiba muito bem como fazer isso.

 

Confira alguns dados que trouxemos para você:

 

- 9 em cada 10 internautas fizeram ao menos uma compra online entre 2016 e 2017.

 

- Em cerca de 3 meses, os consumidores realizaram 3,14 compras pela internet.

 

- Em 2017 o volume de compras feitas pelo meio digital cresceu 43% em relação a 2016.

 

- As plataformas mais utilizadas para comprar são:

--- Computadores, desktops ou notebooks (aproximadamente 67%),

--- Seguidos por celulares e smartphones (21,2%, aumentando para 29,8% entre os mais jovens).

 

*fonte: SPC Brasil (Analise Consumo Online no Brasil)

 

- 90% dos 66 milhões de internautas no Brasil pesquisam de forma recorrente sobre produtos, serviços e informações

- A primeira posição na busca orgânica do Google recebe 18,2% de todo o tráfego

- A segunda 10,1%

- A terceira 7,2%

- E a quarta 4,8%

- Os outros resultados ficam com menos de 2% do tráfego